Bronca no Brasil. Petit envolve-se em confusão, vai ao chão e é expulso

Petit conquistou, na madrugada de domingo para segunda-feira, aquele que foi o resultado mais volumoso desde que assumiu o comando técnico do Cuiabá, no passado mês de maio, ao receber e bater o Fortaleza, por 5-0.

Uma partida disputada na Arena Pantanal, referente à nona jornada do principal escalão do futebol brasileiro, que ficou, no entanto, 'manchada' por um episódio de alta tensão, já nos instantes finais da primeira parte, quando os homens da casa levavam já uma vantagem de três golos no marcador.

Renato Kayzer perdeu as estribeiras e empurrou o treinador português, atirando-o ao chão e provocando uma autêntica 'batalha campal', que obrigou o árbitro Jefferson Ferreira de Moraes, a exibir três cartões vermelhos.

Renato Kayzer foi um dos expulsos, juntamente com o companheiro de equipa, Emanuel Brítez. O terceiro foi... o próprio Petit, visto que, depois de recorrer ao VAR, o juiz concluiu que foi o responsável pelo início da confusão, uma vez que 'escondeu' a bola do adversário.

Leia Também: Artur Jorge lidera, Petit goleia e Álvaro Pacheco 'alimenta' a crise

×