Ex-Real Madrid não esquece Mourinho: "Tinha uma aura especial"

Sami Khedira não esquece aquilo que viveu no Real Madrid, clube que representou por 161 ocasiões. Três anos depois de ter colocado um ponto final na carreira, o antigo internacional alemão concedeu, esta sexta-feira, uma entrevista aos espanhóis do AS e deixou rasgados elogios a José Mourinho, responsável pela sua contratação em 2010. 

"Recordo que recusei falar com Mourinho por chamada telefónica porque o meu inglês não era o melhor naquela altura. Tinha um respeito tremendo por ele, sendo naquele momento o melhor treinador do mundo. No final, enviou-me uma mensagem. Tenho pena de não ter guardado essa mensagem. Se a tivesse, iria emoldurá-la", começou por dizer Khedira, prosseguindo. 

"Diz-se muita coisa sobre Mourinho, mas ainda hoje não demora mais do que dois ou três minutos para responder a uma mensagem. Acontece o mesmo com Ancelotti e Allegri. Mas Mourinho tinha uma aura especial. Sabia motivar as pessoas e colocá-las a seu lado. Há que admitir que o Pep [Guardiola], ainda que fosse nosso rival, também era um fora de série pela sua maneira de entender o futebol. O que acontece com Mourinho é que ele faz te crescer não apenas como jogador, mas também como pessoa. Com ele aprendi o que significa ser líder em todos os aspetos", garantiu o antigo médio defensivo alemão. 

Leia Também: Real Madrid vai apresentar Mbappé 'à Cristiano Ronaldo' (e já há data)

×