Farense e Feirense empatam sem golos em jogo fraco

img

Num jogo sem grandes oportunidades e em que os setores atacantes nunca conseguiram desbloquear as defesas, a equipa algarvia terminou em inferioridade numérica face à expulsão de Bandarra, por acumulação de amarelos (90+1). O Farense vai segurar o segundo lugar durante a pausa no campeonato, com 25 pontos e um jogo em atraso, a receção ao Trofense a disputar na quarta-feira. Já o Feirense está, à condição, no sétimo posto, com 19. O primeiro tempo arrancou com ascendente dos algarvios, que logo aos seis minutos criaram perigo num remate de fora da área de Vítor Gonçalves, que obrigou Arthur Augusto a boa defesa, enquanto Pedro Henrique cabeceou para fora após canto de Marco Matias (12). Apesar de dominar na posse de bola, o Farense, sem imaginação a meio-campo, raramente encontrou soluções para entrar na área dos forasteiros, que com o passar dos minutos também se foram libertando mais, mas também sem criar situações de finalização. Até ao intervalo, à exceção de um remate de meia distância de João Tavares para defesa de Ricardo Velho (30), escassearam os momentos de perigo entre duas equipas que pouco entusiasmaram os adeptos presentes. No segundo tempo, o panorama não se modificou: o Farense, 'por cima', só conseguia ameaçar de fora da área - Arthur Augusto defendeu um 'tiro' de Rui Costa, aos 63 -, e o Feirense, em contra-ataque, teve a sua melhor oportunidade, mas João Paredes, isolado, atirou ao lado (68). Nos 10 minutos finais, a pressão do Farense trouxe alguns lances de relativo perigo, com uma defesa 'a dois tempos' de Arthur Augusto a remate de Velasquez (87) e um cabeceamento ao lado de Marco Matias (89), mas o 'nulo' manteve-se. Leia Também: Balla Sangaré encerra 'jejum' de vitórias do Vilafranquense nos descontos

×