Farense entra forte e ultrapassa Imortal em dérbi algarvio na Taça

img

Com uma entrada forte na partida, o colombiano Velásquez abriu caminho, aos seis minutos, ao triunfo do segundo classificado da II Liga na curta deslocação a Albufeira, com Marco Matias a 'bisar' aos 23 e 26. Depois de ter sentido dificuldades na deslocação ao terreno do Benfica de Castelo Branco (vitória por 1-0) na eliminatória anterior, o conjunto de Vasco Faísca entrou em campo com a disposição de sentenciar o mais rápido possível a partida frente ao sexto classificado da Série D do quarto escalão. A pressão da equipa de Faro permitiu desbloquear o 'nulo' aos seis minutos, com Velásquez a corresponder a um cruzamento atrasado de Vítor Gonçalves com um remate que ainda 'tabelou' num defesa e traiu o guarda-redes Nélio. Marco Matias ameaçou o segundo tento aos 13, com Tidjane Baldé a 'salvar' em cima da linha da baliza, acabando por celebrar um 'bis' aos 23, aproveitando o 'corte' para o sítio errado de Nélio, que tinha deixado a baliza desprotegida, e aos 26, após passe de Rui Costa. Após o intervalo, durante o qual foi homenageado Fernando Barata, histórico presidente dos dois emblemas falecido em março deste ano, o Farense baixou o ritmo, limitando-se a controlar a vantagem. Marocas podia ter reduzido, mas Rafael Defendi defendeu com a face (74), e Lucão atirou ao poste (84), com o Farense a terminar reduzido a dez depois da saída por lesão de Diogo Viana, aos 86, já com as substituições esgotadas.

×