Man. United vai rasgar contrato de CR7, avança imprensa inglesa

img

O Manchester United deixou nas redes sociais, nesta sexta-feira, a informação de que está a dar os "passos iniciais" e apropriados para responder às declarações de Cristiano Ronaldo em entrevista a Piers Morgan. As palavras de CR7 não caíram bem nos red devils e o clube estará a trabalhar para... dispensar os serviços do português. Segundo o Daily Mail, o Manchester United vai trabalhar no campo jurídico para conseguir rasgar o contrato de Ronaldo. Os advogados dos red devils esperam conseguir terminar o contrato do português, que custa 500 mil libras por semana ao clube, sem terem de pagar os cerca de 16 milhões de libras que têm a pagar ao jogador até ao final da época, quando o vínculo expira. Diz ainda a mesma fonte que a equipa de advogados está "contente" por ver Cristiano Ronaldo a ultrapassar os limites do seu contrato, isto depois de ter proferido declarações polémicas e atentatórias contra o clube. Richard Arnold, diretor executivo, e John Murtough, diretor de futebol do Man. United, em conjunto com Ten Hag e os Glazers, terão ententido que CR7 destruiu as pontes que ligavam as duas partes, não havendo possibilidade de um regresso saudável depois do Mundial'2022. Posto isto, entende-se que os "passos iniciais" do Man. United para resolver a situação significarão a pronta rescisão de contrato de Cristiano Ronaldo, que regressou a Old Trafford na época passada e leva apenas três golos e duas assistências em 16 jogos na atual temporada. Leia Também: Ex-Man. United: "Ten Hag quer que Cristiano Ronaldo bata com a porta"

×