Manchester City aliviado por ter rejeitado Cristiano Ronaldo

img

O portal britânico The Athletic publica, esta quarta-feira, um extenso artigo sobre os 'bastidores' da renovação de contrato de Pep Guardiola com o Manchester City, até 2025, na qual recorda que o treinador teve em mãos a oportunidade de recrutar Cristiano Ronaldo, em 2021. A publicação revela que a direção dos campeões ingleses sentiu-se atraída pela ideia de adquirir o internacional português, depois de este ter forçado a saída da Juventus, ao contrário da equipa técnica, que expressou "dúvidas" quanto à forma como este "encaixaria" no sistema tático. Estas "dúvidas" revelaram-se determinantes para que o madeirense acabasse por rumar ao Manchester United, assim como o facto de Raheem Sterling ter optado por permanecer no Etihad, partido para o Chelsea apenas um ano depois. Agora, após a 'bronca' a que assistiram, em Old Trafford, com a rescisão do avançado de 37 anos, os responsáveis do clube terão ficado aliviados pela decisão final, uma vez que acreditam que, se o tivessem contratado, "Guardiola não teria ficado até ao final do contrato". Leia Também: 'Novela' CR7 com novo capítulo. Ronaldo "despedido" e Man. United à venda

×