"O Mundial foi o torneio onde se celebrou o final do tiki-taka"

img

Fabio Capello concedeu uma extensa entrevista à edição desta quinta-feira do jornal italiano Il Messaggero, na qual assumiu estar a torcer para que a eliminação de Espanha do Campeonato do Mundo tenha significado, também, a 'morte' do tiki-taka. "Foi o torneio onde se celebrou o final do tiki-taka. Espanha disse 'adeus' ao falso nove. Trata-se de uma fórmula que pode funcionar em certos casos e em certos contextos, mas não pode tornar-se num sistema. A figura do ponta-de-lança é fundamental", começou por dizer. "A posse de bola, quando não é sustentada com velocidade, torna-se monótona e pouco produtiva. O futebol de Guardiola evoluiu, quando comparado com há dez anos. E, em qualquer caso, é preciso recordar que o Barcelona tinha estrelas como Messi e Iniesta para acrescentar?", completou. La Roja, recorde-se, 'caiu' do Qatar fruto da derrota com Marrocos, no desempate por grandes penalidade. Um resultado, que, entretanto, motivou a demissão de Luis Enrique do cargo de selecionador espanhol, e consequente 'promoção' de Luis de La Fuente. Leia Também: Oficial: Luis de la Fuente é o novo selecionador espanhol

×