Paulo Fonseca sem mágoa da AS Roma: "Mourinho foi honesto comigo"

img

Paulo Fonseca concedeu, este sábado, uma extensa entrevista à estação televisiva italiana Sky Sport, na qual garantiu que não guarda qualquer tipo de mágoa, clube que orientou, entre 2019 e 2021, antes de dar o lugar a José Mourinho. O treinador português reconheceu que este se trata de "um clube diferente", onde "não é fácil ser treinador", mas disse não ter sido apanhado de surpresa pela 'chicotada psicológica' entretanto promovida pela direção. "Quando deixei a AS Roma, troquei mensagens com Mourinho. Percebi a situação. Ele foi honesto comigo, e o que mais contou foi a honestidade de Mourinho (...). Sim, eu sabia. O Tiago Pinto é uma pessoa que estimo muito e que está a fazer um grande trabalho, na AS Roma", referiu. O agora técnico do Lille confessou, ainda, que passou por "um período difícil", aquando da chegada ao conjunto giallorosso, uma vez que esteve "sem diretor desportivo" durante largos meses, "e treinar sem essa figura não é fácil". "Mas, depois, chegou o Tiago Pinto, e as coisas ficaram muito mais claras para mim. Os Friedkin queriam recomeçar do zero, investiram e trouxeram um treinador que ganhou muito. O que aconteceu é normal", completou. Leia Também: Lille, de Paulo Fonseca, é recordista nos 'big 5' de... bolas ao poste

×