Real Madrid convida adepta de 8 anos atacada por adeptos do Atlético

O Real Madrid convidou a pequena adepta e a sua família, que foram insultadas e agredidas após o dérbi com o Atlético Madrid, no passado domingo, para assistir ao jogo com o Las Palmas, que acontece na noite desta quarta-feira, onde terá a oportunidade de conhecer o plantel, revela a imprensa espanhola. Emilio Butragueño, diretor das Relações Instituições do clube merengue, foi quem entrou em contacto com a família. 

O caso ficou conhecido na noite de terça-feira, através da tia da criança de oito anos, que usava uma camisola de Vinícius Júnior. 

"Estávamos a passear no Cívitas Metropolitano, havia uma marcha da Frente Atlético e ficámos a ver. E começaram a gritar 'Vikingo, não', 'macaco', 'preto de m****'. E no início juro que não sabíamos se era para nós. Até olhei para trás a pensar que estavam a dizer o 'fora Vikingos' a um grupo de miúdos que passava atrás de nós. Nunca teria adivinhado que era por causa da menina. Até que um tipo se aproximou de mim e me deu um murro no braço. 'Sai daqui ou vamos matar a porra da rapariga'. Muitos insultos.... E depois olhamos para cima e vemos muita gente, uma multidão muito grande de pessoas a apontar para a menina, a insultá-la e a gritar contra ela", explicou em declarações no programa da Cadena SER El Larguero 

"Ela teve um ataque de ansiedade terrível. Tirei-a dali o mais depressa possível, enquanto ela cobria o escudo e a t-shirt. Na primeira noite, acordou várias vezes a pensar que a iam apanhar. Teve muitos pesadelos. Não sabe porque é que tudo aconteceu. Disse-me para não voltar a levá-la a um estádio", confidenciou a tia da criança

A mulher também apresentou uma queixa à Polícia Nacional de Espanha. 

img

Top 5 Autres

×