Sporting-Marseille: Depois das lamentações, leão está nas mãos de Israel

img

O Sporting prepara-se para receber o Olympique Marseille, esta quarta-feira, sensivelmente uma semana depois de ter perdido por 4-1 em França. Apesar do desaire, os leões continuam na liderança do grupo D, fruto dos triunfos frente a Eintracht Frankfurt (0-3) e Tottenham (2-0), estatuto que vão querer manter com recurso à lei da 'revange', leia-se vingança, uma vez que os dois adversários que derrotou encontram-se logo atrás com quatro pontos. Já a equipa francesa viaja para Portugal depois de ter sido derrotada no campeonato, na receção ao AC Ajaccio (1-2), mas a verdade é que, na Champions, está a apenas três pontos do adversário. Num jogo em que Franco Israel vai render Adán na baliza (expulso em Marselha), o conjunto de Rúben Amorim sabe que tem intercalado entre a glória e o inferno nos últimos jogos, pelo que procurará assentar novamente com dois triunfos consecutivos, perante um Estádio de Alvalade praticamente cheio. O jogo tem apito inicial agendado para as 20 horas, será ajuizado pelo espanhol Alejandro Hernández e poderá acompanhar as incidências da partida no Desporto ao Minuto. Treinadores em discurso direto Rúben Amorim Reação à derrota em Marselha: "Para amanhã espero o estádio cheio, com muito barulho. Esta equipa do Marseille reforçou-se e está em segundo lugar no campeonato em França. Mas queremos ganhar o jogo. Aprendemos bastante com os erros e com a segunda parte do jogo com o Santa Clara. Esta equipa não pode relaxar o que quer que seja e quando isso acontece na Liga dos Campeões o jogo pode acabar em 9 minutos, como aconteceu em Marseille. Estamos sempre a aprender. Temos de estar no máximo em qualquer jogo". Desempenho nos últimos jogos: "No primeiro ano não jogávamos assim porque não conseguíamos jogar mais ou porque eu também não consegui dar esse passo nesta equipa. Apesar de termos perdido alguns jogadores, houve uma base que se manteve. É neste ponto que queremos estar e vamos ficar, foi assim que ganhámos ao Tottenham. Não vamos mudar nada. Queremos ficar neste ponto. Foi assim que ganhámos vários jogos. Por vezes é falta de concentração, outras de felicidade. Queremos ser dominadores, ter bola e se não conseguimos fazer é porque alguém nos obrigou a jogar mais atrás. Jogamos como equipa grande. Temos de crescer como equipa e manter essa ideia de equipa grande em todos os jogos". Titularidade de Franco Israel: "Obviamente que não é um jogador tão experiente como o Adán, não tem tanto tempo de jogo, mas vai começar a tê-lo. Estes momentos servem para isso. Não vai mudar nada. Às vezes alterámos algumas coisas de acordo com as características, mas neste caso o Franco foi escolhido tendo em conta as características da equipa. Ter mais jogos não faz diferença. Mais do que estarmos preocupados, estamos entusiasmados. É ele que vai jogar, não é o André Paulo. Está preparado e vai ter de se adaptar às características da equipa. Já trabalha há algum tempo. Jogou na Juventus, trabalhou com grandes craques e com o Vital durante estes meses". Igor Tudor Análise ao adversário: "O Sporting é uma boa equipa. Nos primeiros 25 minutos [do jogo anterior], estivemos 11 para 11 e pudemos ver a qualidade do Sporting, bem organizados" Projeção do jogo: "Prevejo um jogo muito difícil para nós. É uma equipa experiente e teremos de fazer uma exibição muito boa para conseguirmos amealhar pontos" Importância da segunda volta do grupo: "Estas três jornadas são autênticas finais. Estamos numa posição mais difícil, mas tudo é possível. As quatro equipas do grupo acreditam na qualificação" Últimos resultados Sporting: V-D-V-D-V Marseille: D-V-V-E-D Últimos onzes Sporting: Adán; Matheus Reis, Sebastián Coates, Jeremiah St. Juste; Nuno Santos, Manuel Ugarte, Hidemasa Morita, Ricardo Esgaio; Pedro Gonçalves, Marcus Edwards e Paulinho. Marseile: Rubén Blanco; Chancel Mbemba, Leonardo Balerdi, Samuel Gigot; Issa Kaboré, Valentin Rongier, Pape Gueye, Nuno Tavares; Gerson, Dimitri Payet e Alexis Sánchez. Ausências Sporting: Adán (castigado), St. Juste, Luís Neto e Daniel Bragança (lesionados) Marseille: Clauss, Guendouzi, Kolasinac e Pedro Ruiz (lesionados) Leia Também: "Adeptos estão sempre com a equipa, não me lembro de haver tanta calma" Leia Também: "Temos de ser mais precisos. Se nos distraímos um minuto na Champions..."

×