Tondela continua na Taça de Portugal ao eliminar Académica nos penáltis

img

Em Coimbra, a formação do segundo escalão, finalista vencida da prova na época passada (1-3 com o FC Porto, na final), valeu-se da inspiração do seu guarda-redes Niasse, que deteve dois pontapés no desempate por grandes penalidades. O jogo arrancou com a Académica, última do Grupo B da Liga 3, a querer jogar de igual para igual diante do Tondela, que está em quarto lugar na II Liga, mas rapidamente a equipa visitante assumiu as rédeas do jogo e acabou por chegar à vantagem aos 37 minutos, com um remate de fora da área de Telmo Arcanjo. Depois de o Tondela ter estado perto do segundo golo antes do intervalo, a Académica começou a segunda parte melhor e a tentar criar situações de perigo, chegando ao empate aos 54 minutos, na sequência de um livre, com um autogolo do avançado Daniel Dos Anjos. Após o empate, o Tondela somou várias oportunidades para ficar novamente em vantagem, mas sem sucesso, e acabou por perder o domínio do jogo assim que ficou reduzido a 10 unidades, com a expulsão de Tiago Almeida, aos 81 minutos. No prolongamento, a Académica assumiu um maior pendor ofensivo, mas sem as materializar em golos, acabando eliminada nas grandes penalidades, com duas defesas de Niasse, em resposta aos remates de João Pais e João Tiago.

×