Um azar atrás de outro. Man. United prestes a perder grande patrocinador

img

Os últimos tempos do Manchester United não têm sido os melhores. Depois dos resultados desportivos medianos e das críticas recebidas por parte de Cristiano Ronaldo em entrevista a Piers Morgan, os red devils podem perder uma dos melhores patrocinadores. Segundo conta o The Telegraph nesta segunda-feira, a empresa TeamViewer, que tem o nome exposto na frente da camisola do clube inglês, pode deixar de patrocinar o Man. United. Nada relacionado com a entrevista de Ronaldo e as possíveis consequências, mas sim com os gastos avultados da própria marca. Conta a mesma fonte que a TeamViewer recebeu recentemete numa carta da Petrus Investors, empresa detentora de 3% da marca, com uma dura reclamação a respeito dos gastos da empresa. "Como investidores ativos, não toleraremos que gastem cerca de 1,4 vezes mais o vosso lucro líquido ou mais de 70 milhões de euros por ano em contratos de patrocínio com o Manchester United e a Mercedes Fórmula 1", terá sido a mensagem enviada. Os valores são simpáticos quando colocados desta forma. Contudo, diz a mesma fonte que, com este contrato, firmado em 2021, o Manchester United prevê colocar ao bolso pouco mais de 270 milhões de euros por cinco anos de parceira. 18 meses depois do acordo, tudo pode acabar, deixando os red devils com uma vaga na lista de patrocinadores e com uma grande falha na folha de receitas. Leia Também: Mason Greenwood terá de esperar um ano para começar a ser julgado

×