Taça de Portugal. Vizela derruba Penafiel após prolongamento e penáltis

img

O Vizela protagonizou esta tarde o jogo mais renhido da terceira eliminatória da Taça de Portugal. Após seis golos e um prolongamento sem bolas na baliza, foram necessárias as grandes penalidades – vencidas a duas bolas contra uma – para derrotar o Penafiel e passar à quarta eliminatória da Taça de Portugal, numa decisão marcada pelas defesas de Luiz Felipe. O guarda-redes do Vizela foi a figura do jogo, ao segurar três remates nos penáltis, numa eliminatória alucinante, que podia ter caído para qualquer um dos lados, com seis golos até ao prolongamento. O Penafiel, da II Liga, entrou melhor e adiantou-se por Adriano Castanheira, aos quatro minutos. Apesar de demorar e não marcar na primeira parte, o Vizela reagiu bem à adversidade e igualou aos 46, por Kiko Bondoso. A formação da I Liga teve oportunidade de dar a volta ao marcador e dominou os minutos seguintes, até surgir a reação do Penafiel, materializada nos tentos de Silvério e Marcus, aos 60 e 68 minutos, respetivamente. Álvaro Pacheco recorreu ao banco e foi certeiro nas apostas, com o Vizela a ganhar metros no terreno, conseguindo empurrar o Penafiel para a sua área, logrando alcançar o empate com golos dos suplentes Sarmiento (75) e Carlos Isaac (80). Até ao final do tempo regulamentar e, depois, no prolongamento, as duas equipas estiveram várias vezes perto do golo, mas a eliminatória só seria decidida nos penáltis, com Luiz Filipe em plano de evidência. Diego Rosa e Carlos Isaac concretizaram os castigos máximos que deram o apuramento aos minhotos, enquanto Édi Semedo foi o único a acertar um penálti para os penafidelenses. The post Taça de Portugal. Vizela derruba Penafiel após prolongamento e penáltis appeared first on DM.

×